Pagina-afbeeldingen
PDF
ePub

PUBLICAÇÕES DA BIBLIOTHECA E OUTRAS EM DEPOSITO

a

para onde

Dos Annaes da Bibliotheca publicaram-se durante o anno os volumes XXIII, XXIV e XXV, correspondentes a 1901, 1902 e 1903, e está a sahir do prelo o volume XXVI que corresponde a 1904.

O primeiro foi impresso na Imprensa Nacional haviam sido remettidos os originaes antes da creação da officina typographica da Bibliotheca. Nesta passaram a ser impressos os Annaes a começar do volume XXIV.

Extrahiram-se dos volumes publicados, sendo objecto de tiragens em separado, não só os relatorios da Directoria e o tomo V do Catalogo dos Manuscriptos, mas tambem os «Desaggravos do Brasil, e o «Processo de João de Bolés).

O volume XXVI, quasi concluido, constará do 8.° e ultimo tomo do Catalogo de Retratos colligidos por Diogo Barbosa Machado e de uma extensa collecção de documentos relativos á historia do Maranhão e do Pará. Estiveram a meu cargo a interpretação dos manuscriptos a imprimir e a revisão de todas as provas dos volumes XXIV a XXVI.

Receberam-se 103 exemplares do fasciculo 127 da Flora Brasiliensis de Martius, que ficaram á disposição do Ministerio da Industria.

O deposito do Sertum Palmarum soffreu a reducção de 24 exemplares entregues mediante auctorisações d'esse Ministerio.

A Bibliotheca concorreu, como havieis recommendado, á Exposição Universal de S. Luiz remettendo uma collecção completa das suas publicações, composta de 64 volumes, todos encadernados com esmero na sua officina. Segundo estou informado, foi-lhe conferido o grande premio pelo jury da Exposição.

OFFICINA TYPOGRAPHICA

O material typographico foi consideravelmente augmentado em 1904. Adquiriram-se novas fontes de typos, diversas caixas

para os distribuir, um cavallete com espaço para tres compositores, e as seguintes machinas, a primeira das quaes foi recebida directamente dos respectivos fabricantes com o desconto de 5 ./o:

I machina typographica de cylindro «Express» n. 2, de Alauzet & C.ie, imprimindo om,75 *0",53, com capacidade para tirar 1.300 exemplares por hora.

I machina de coser a arame, dos fabricantes Gebrüder Brehmer, movida a mão ou por meio de pedal, podendo coser até a espessura de om,005.

I machina de perfurar, de Hogenforst, admittindo o papel com o",40 de largura.

A machina typographica a que me referi imprime de cada vez oito paginas dos Annaes, o duplo do que pode imprimir aquella com que começou a Officina. Recebida já no fim do anno, ella não funccionou em 1904. Aproveitaram-se os ultimos dias de Dezembro para a sua montagem, remoção da outra e alteração na transmissão do movimento, que toda se faz sob o soalho.

Tendo antes transferido da Officina de Encadernação a machina maior de aparar papel para a ligar ao motor electrico, ao qual tambem havia sido ligada no começo do anno a menor das machinas de imprimir, que era movida a pedal, ficaram assim as quatro machinas dependentes do mesmo motor.

Alem dos 2 volumes dos Annaes e do que está a sahir a Officina executou diversos outros trabalhos typographicos de que houve necessidade, como boletins para consulta, circulares, etiquetas para livros, pautação de cartões de catalogo e varios numeros da «Revista Policial», publicação mensal redigida pelos officiaes da Brigada Policial, unica excepção aberta para trabalhos extranhos em attenção á origem do material com que se fundou a Officina. As despesas com essa publicação periodica, cuja impressão foi auctorisada por esse Ministerio a 10 de Fevereiro, limitam-se ao pagamento do pessoal, fornecido o material pela respectiva direcção.

Em cada uma das duas salas em que funccionam a composição e a impressão foi collocado um ventilador electrico.

Para habilitar a Officina a enriquecer com illustrações os trabalhos que o exigirem, como por exemplo um catalogo de gravuras ou de medalhas, onde tão necessarias se tornam as reproducções, pretendo encommendar o material photographico indispensavel acompanhado dos, utensilios e apparelhos empregados na execução da photogravura e da phototypia.

Esse atelier poderá ser installado numa pequena casa de madeira

que fiz construir proximo á Officina Typographica, á qual ficará annexo. Com a sua creação vai aproveitar a Secção de Estampas que ha muito se resente da sua falta.

A começar de 1904 esta officina e a de Encadernação ficaram sob as vistas de um inspector, cargo creado na lei orçamentaria, para o qual nomeei Tancredo Leal que o está exercendo.

.

OFFICINA DE ENCADERNAÇÃO

Foi tambem augmentado o material d'esta officina com a acquisição de novos typos de cobre para dourar a componedor e a machina, filetes e clichés para o mesmo fim e as machinas e apparelhos seguintes :

I machina de dourar, de Karl Krause, formato 0", 240", 34, com chapa para impressão a cores e rama especial para typos altos.

i apparelho a alcool para aquecer a machina acima.
I prensa de ferro para dourar a mão.

I pequena machina de cortar cantos e furar cartões, da American Type Founders Co.

I apparelho electrico para aquecimento da machina de dourar, do fabricante da mesma.

3 outros apparelhos electricos para ferver a colla, aquecer os componedores e alisar as folhas dos livros (ferro de alisar), da fabrica «Prometheus).

Adaptando-se á machina de cortar cantos uma nova peça, deu-se-lhe uma terceira applicação que consiste em abrir nos cartões de catalogo os rasgos necessarios ao ajustamento dos ilhós metallicos, nos quaes a mesma machina faz depois o furo circular.

Imprimindo-se numa officina a pauta dos cartões e collocando-se noutra os ilhós, não precisará a Bibliotheca mandar vir os cartões já preparados, bastando-lhe receber os ilhós.

Foi transferida da Officina Typographica a machina de aparar que para ella fora adquirida em 1903, uma vez que a maior passou a ser accionada pelo motor electrico.

Foram dourados á machina todos os volumes de publicações da Bibliotheca enviados á Exposição de S. Luiż. Alem das encadernações communs, restauraram-se numerosos livros antigos que se achavam em mau estado de conservação, nos quaes se procurou imitar a encadernação substituida. Esse trabalho que é de difficil execução e consome muito tempo veiu reduzir o numero de volumes preparados durante o anno a 2182, afora i estampa e 40 mappas que foram entelados. A Officina encarregou-se ainda da brochura dos volumes impressos no estabelecimento, da collocação de ilhós nos cartões de catalogo e de outros trabalhos que se fizeram necessarios.

ILLUMINAÇÃO

a

Fiz substituir por lampadas de arco aberto para 20 ampères, em serie, cada uma com intensidade minima de 1800 velas e maxima de 4240, as tres de arco fechado que

serviam

para

illuminar a fachada do edificio e tanto deixavam a desejar. Dous dos braços que as suspendiam foram reparados e reforçados, sendo o terceiro substituido por um semelhante aos outros. Essas lampadas têm funccionado satisfactoriamente.

Tendo experimentado a 23 de Março com excellente resultado algumas lampadas de luz diffusa trazidas por Haupt, Biehn & C., experiencia a que vos dignastes de assistir, resolvi auctorisar a encommenda de quatro lampadas d'esse systema destinadas á sala principal de leitura da Secção de Impressos. Recebidas estas já nos ultimos dias do anno, não puderain funccionar em 1904, tendo-se aproveitado as ferias para proceder á sua installação. São tambem de arco aberto e para ligação em serie, para 10 ampères, orçando por 1200 velas a intensidade de cada uma. Tres d'ellas, as que correspondem aos logares onde o tecto da sala se abre para dar

passagem á luz que atravessa as claraboias, são acompanhadas de anneis de vidro prismatico e grandes reflectores.

Faz-se necessario extender a duas outras salas do 1.° andar o mesmo systema de illuminação, o mais apropriado á leitura por não fatigar a vista a luz suave que é reflectida do alto.

Como complemento da installação adquiri dous apparelhos, um para medir ampères, outro para contar kilowatts, que foram devidamente montados, de maneira a ficar assignalada a passagem da corrente electrica, seja empregada em produzir luz ou calor, seja em imprimir movimento.

Todo esse material foi recebido de Siemens & Schuckert, por intermedio de Haupt, Biehn & C.

A corrente continúa a ser fornecida com regularidade e a contento pelo Quartel da Brigada Policial. A contribuição por esse fornecimento foi elevada de 3:000$ a 4:500$ annuaes, o que tornou possivel utilisar livremente a sub-consignação destinada a acquisição do material de illuminação, em vez de o fazer termedio do estabelecimento fornecedor da corrente, como esteve combinado enquanto a contribuição foi insufficiente.

por in

DIVERSAS PROVIDENCIAS

Serviço de Extincção de Incendio

Consegui levar a effeito as obras de prevenção contra incendio, ás quaes me tenho referido em outros relatorios.

Para obter a realisação d'esse melhoramento procurei simplificar o plano e o orçamento que haviam acompanhado o Aviso do Ministerio da Industria de 13 de Dezembro de 1901. Aproveitando a occasião em que a Inspecção das Obras Publicas extendia até as proximidades da Bibliotheca um ramal do encanamento de o”,50, pelo qual a agua corre sem interrupção, solicitei fosse permittido tirar uma derivação para o interior do edificio, o que foi concedido. Isto feito, auctorisastes a execução das obras por conta d'esse Ministerio.

« VorigeDoorgaan »