Pagina-afbeeldingen
PDF
ePub

de

que ella padecia e que foram com effeito opportunamente satisfeitas, graças ao interesse que tendes demonstrado por esta instituição, nem sempre merecedora da attenção do poder publico.

INVENTARIO DE MOVEIS. — Fez-se pela primeira vez na Bibliotheca o inventario completo dos seus moveis e utensilios e de todos os objectos nella existentes, o qual vos foi enviado a 20 de junho. Deixou-se entretanto de se mencionar nelle uma escrevaninha de prata com seus pertences e dous (aliás quatro) castiçáes tambem de prata do tempo colonial. Esses objectos, porém, estão lançados no livro competente.

Quando era secretario o Sr. Miguel Lemos havia elle feito um que ficou por concluir.

REQUISIÇÕES DO MINISTERIO DO EXTERIOR. — Obedeceu-se por mais de uma vez, com a necessaria annuencia vossa, a requisições do Ministerio das Relações Exteriores, fornecendo-se-lhe não só informações e documentos, sobretudo mappas antigos e unicos existentes, que interessavam á questão de limites nas Guyanas, que ora se ventila em Berna. De alguns d'esses mappas aquelle Ministerio tirou copia.

QUADRO DO PESSOAL. — A 25 de agosto enviei-vos a relação, que havieis pedido, do pessoal da Bibliotheca, na qual se especificava o tempo que cada funccionario contava de exercicio do respectivo cargo, as categorias que de principio e então occupavam e as datas das primitivas nomeações e das ultimas.

DR. SALDANHA DA GAMA. – A 5 de outubro falleceu nesta cidade o Dr. João de Saldanha da Gama, 7.o dos nossos bibliothecarios pela ordem chronologica e que exerceu esse cargo no tempo do Imperio desde 31 de outubro de 1882 até depois da proclamação da Republica, isto é, até 12 de Dezembro. Por occasião da grande reforma de 1876, feita pelo Sr. Dr. Ramiz Galvão, começára elle a servir á Bibliotheca no lugar de chefe da secção de impressos, de onde foi chamado para o de Bibliothecario quando o Dr. Ramiz foi desempenhar outra missão; em ambos os cargos prestou o Dr. Saldanha bons serviços á Repartição, a cuja organisação assistira.

Archivo Publico. — Não se poude ainda dar solução ao que, por Aviso de 20 de junho, ordenastes a esta directoria, isto é, que organizasse uma relação dos documentos que existam na Bibliotheca e devam por sua natureza ser conservados no Archivo Publico Nacional, devendo o digno Director d'este estabelecimento enviar, por sua vez, os que alli se encontreme devam ser recolhidos a esta Bibliotheca.

Em tempo ser-vos-ão apresentadas as informações que a esse respeito me dá o chefe d'essa secção e as razões da de. mora que a esse proposito tem havido.

Do Archivo recebeu a Bibliotheca 83 obras em 100 volumes, impressos, que esta não possuia.

Busto de D. João VI. — Como se sabe, foi D. João VI o organizador da nossa Bibliotheca, que elle trouxera de Portugal e aqui se augmentára, sob suas vistas e influxo, a ponto de contar mais de 60 mil volumes quando elle tornou para o reino.

Parecendo-me flagrante injustiça que se houvesse retirado para a Escola de Bellas Artes o seu busto, que, até a proclamação da Republica, aqui se conservava, desde 1858, deante do primeiro lanço de escadas que dão accesso para os pavimentos superiores do edificio, pedi-vos, como uma reivindicação historica, que nol-o restituisseis. Com effeito, por ordem vossa, voltou elle a occupar aqui, desde 14 de novembro, o modesto nicho em que estivera, a aprazimento dos espiritos desprevini. dos de preoccupações de seita philosophica e de preconceitos politicos.

Na base e parte posterior d'este busto, que é de marmore, foi entalhada a seguinte inscripção:

«Leão Biglioschi Scul. Roma An 1814

Meñ Agosto»

O de Guttemberg, que o substituira, foi removido para o o 2.o andar do edificio, em lugar apropriado, onde está, em pedestal condigno, ladeado por dous mostradores feitos para esse fim, contendo os dous volumes da Biblia de Moguncia de 1462, o mais precioso dos nossos incunabulos.

PERMUTAÇÕES INTERNACIONAES. — Nenhuma remessa, infelizmente, se fez este anno ás associações estrangeiras com as quaes mantemos, por intermedio da « Smithsonian Institution o commercio intellectual que vem desde a convenção diplomatica celebrada em Bruxellas, pelo governo imperial, em 15 de março de 1886.

E' facil comprehender-se que não resultou isso de falta de boa vontade da nossa parte; faltou-nos o que lhes mandar. Tinhamos apenas alguns relatorios ministeriaes, algumas publicações officiaes, que, pela mór parte, nenhum interesse podiam offerecer a estrangeiros.

Temos agora, porém, para ser expedido nos primeiros meses do anno proximo futuro, alguma cousa mais e as publicações que, por nosso vehiculo, costuma enviar o Museu Nacional. Entretanto, como vos informei no correr d'este trabalho, o que do estrangeiro vem é por via de regra de real merecimento.

REPAROS E LIMPEZA NO EDIFICIO E MÓVEIS. OBRAS PARA O MOTOR, ETC. — Tendo-se no anno de 1898 accudido ao que a

, secção de manuscriptos mais carecia para melhorar as suas condições de aproveitamento para o publico e de asseio, cuidou-se no de 1899, com prévia autorização vossa, em dotal-a

novo arcaz para a conveniente accommodação de mappas, que se achavam confusamente accumulados e em risco, manuscriptos, como são, de se inutilizarem em breve prazo.

O mesmo se deu em relação a dupla secção de estampas e numismatica : foram para ella adquiridos um móvel, que se

de um

não possuia, para a guarda do catalogo de estampas, e tres para a de moedas e medalhas.

Para satisfazer-se a essas necessidades fizeram-se economias nas respectivas dotações e o que para aquelle fim se dispendeu, comquanto avultado, poude sair das fôrças das proprias consignações, como cumpria.

Quanto ao edificio, precisava elle de grandes reparos, que não puderam ser todos feitos; fizeram-se porém os que nos pareceram mais urgentes. Assim foi que, aproveitando-se as ferias regulamentares e o que foi possivel poupar da sua verba privativa, gessaram-se os tectos, que o tempo denegrira, de algumas salas e salões, pintaram-se a oleo as paredes do salão de leitura, a saleta do mictorio para os leitores, as barras de alguns corredores; envernisaram-se os frisos das estantes da sala publica, pintaram-se os de outras salas; concertaram-se cadeiras, empalharam-se os bancos do saguão da entrada principal, empannaram-se as duas grandes mezas, em que o publico faz a sua leitura, e attendeu-se a outros pequenos melhoramentos, que fôra enfadonho especificar. As casinhas dos fundos do terreno, em que se guardam cêrca de 18.000 volumes de obras truncadas e deterioradas e duplicados, e em algumas das quaes pernoitam alguns dos serventes, tambem soffreram os reparos de que precisavam.

O motor electrico exigia ultimamente alguns reparos e melhoramentos e uma accommodação apropriada para os seus annexos e dependencias, instantemente reclamados pelo machinista. Graças á vossa boa vontade tudo se fez de modo a satisfazer-se a essas necessidades, dentro tambem das forças da propria consignação.

De sorte que a Bibliotheca inicia o anno de 1900 dotada de melhoramentos e reparos internos, a que se não havia attendido até então e tinham podido ser até agora adiados.

RESUMO ESTATISTICO. Comparando o que a Bibliotheca possuia nas suas tres secções em 1898 com o que adquiriu

em 1899, verifica-se o augmento que accusa

o quadro se-

[merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][ocr errors][merged small][merged small][merged small][merged small]

Taes são, Senhor Ministro, as informações que ainda me
coube dar-vos sobre o movimento da Bibliotheca Nacional du-
rante o anno proximo findo, em que ella experimentou o be-
nefico influxo da vossa criteriosa administração.

Saúde e Fraternidade.

Ao Snr. D. Epitacio da Silva Pessoa, Ministro de Estado
da Justiça e Negocios Interiores.

A. B. N.

O DIRECTOR,

José Alexandre Teixeira de Mello.

36

« VorigeDoorgaan »