Pagina-afbeeldingen
PDF
ePub

Lhe disse eu: Quem es tu? que esse estupendo
Corpo, certo me tem maravilhado.

A boca e os olhos negros retorcendo,
E dando um espantoso e grande brado
Me respondeu com voz pesada e amára,
da pergunta lhe pesára:

Como quem

Eu sou aquelle occulto e grande cabo,
A quem chamais vós outros Tormentorio;
Que nunca a Ptolemeo, Pomponio, Strabo,
Plinio, e quantos passaram, fui notorio :
Aqui toda a Africana costa acabo
N'este meu nunca visto promontorio,
Que para o pólo Antarctico se estende,
A quem vossa ousadia tanto offende.

Fui dos filhos asperrimos da terra,
Qual Encelado, Egeo e o Centimano;
Chamei-me Adamastor, e fui na guerra
Contra o que vibra os raios de Vulcano :
Não que puzesse serra sôbre serra,
Mas conquistando as ondas do Oceano,
Fui capitão do mar, per onde andava
A armada de Neptuno, que eu buscava.

Amores da alta esposa de Peleo
Me fizeram tomar tamanha empreza;
Todas as deusas desprezei do ceo,
So por amar das aguas a princeza :

Um dia a vi co'as filhas de Nereo,
Sahir nua na praia; e logo presa
A vontade senti de tal maneira,

Que inda não sinto cousa que mais queira.

Como fosse impossibil alcançá-la
Pola grandeza feia de meu gesto,
Determinei per armas de tomá-la,
E a Doris este caso manifesto :

De medo a deusa então por mi lhe falla;
Mas ella c'um formoso riso honesto
Respondeu: Qual será o amor bastante
De nympha que sustente o d'um gigante?

Com tudo por livrarmos o Oceano
De tanta guerra, eu buscarei maneira,
Com que com minha honra escuse o dano:
Tal resposta me torna a mensageira.

En

que cahir não pude n'este engano, (Que é grande dos amantes a cegueira) Encheram-me com grandes abondanças O peito de desejos e esperanças.

Ja nescio, ja da guerra desistindo,
Uma noite de Doris promettida,
Me apparece de longe o gesto lindo
Da branca Thetis unica, despida:
Como doudo corri, de longe abrindo
Os braços para aquella que era vida

D'este corpo, e começo os olhos bellos
A lhe beijar, as faces, e os cabellus.

Oh que não sei de nojo como o conte!
Que crendo ter nos braços quem amava,
Abraçado me achei c'um duro monte
De aspero mato e de espessura brava
Estando c'um penedo fronte a fronte,
Que eu polo rosto angelico apertava:
Não fiquei homem não, mas mudo e quedo,
E junto d'um penedo outro penedo.

Ó nympha a mais formosa do Oceano,
Ja que minha presença não te agrada,
Que te custava ter-me n'este engano,
Ou fosse monte, nuvem, sonho, ou nada?
D'aqui me parto irado e quasi insano
Da mágoa e da deshonra alli passada,
A buscar outro mundo, onde não visse
Quem de meu pranto e de meu mal se risse.

Eram ja n'este tempo meus irmãos
Vencidos, e em miseria extrema postos ;
E, por mais segurar-se os deuses vãos,
Alguns a varios montes sotopostos :
E como contra o ceo não valem mãos,
Eu que chorando andava meus desgostos,
Comecei a sentir do fado imigo

Por meus atrevimentos o castigo.

Converte-se-me a carne em terra dura,
Em penedos os ossos se fizeram ;
Estes membros que ves e ésta figura
Per éstas longas aguas se estenderam :
Emfim, minha grandissima estatura
N'este remoto cabo converteram

Os deuses, e por mais dobradas mágoas,
Me anda Thetis cercando d'estas agoas.

Assi contava, e c'um medonho chôro
Subito d'ante os olhos se apartou ;
Desfez-se a nuvem negra, e c' um sonoro
Bramido, muito longe o mar soou.

Eu,
levantando as mãos ao sancto côro
Dos Anjos, que tam longe nos guiou,
A Deus pedi que removesse os duros
Casos que Adamastor contou futuros.

CAMÕES, Lusiadas.

[ocr errors][merged small]

No tempo que do reino a redea leve
João, filho de Pedro moderava;
Despois que socegado e livre o teve
Do vizinho poder que o molestava;
La na grande Inglaterra, que da neve
Boreal
sempre abunda, semeava

A fera Erinnys dura e má sizania,
Que lustre fosse á nossa Lusitania.

Entre as damas gentis da côrte Inglesa,
E nobres cortezãos, acaso um dia
Se levantou Discordia em íra accesa
Ou foi opinião, ou foi porfia;

Os cortezãos, a quem tam pouco pesa
Soltar palavras graves de ousadia,
Dizem que provarão que honras e famas
Em taes damas não ha para ser damas.

E que se houver alguem com lança e espada
Que queira sustentar a parte sua,
Que elles em campo raso ou estacada,
Lhe darão feia infamia, ou morte crua.

« VorigeDoorgaan »