Historia da cavallaria portugueza, Volume 4

Voorkant
Imp. Nacional, 1894
0 Recensies
Reviews worden niet geverifieerd, maar Google checkt wel op nepcontent en verwijdert zulke content als die wordt gevonden.

Vanuit het boek

Wat mensen zeggen - Een review schrijven

We hebben geen reviews gevonden op de gebruikelijke plaatsen.

Overige edities - Alles bekijken

Populaire passages

Pagina 146 - Viana, do meu conselho, ministro e secretário de estado dos negócios do império, o tenha assim entendido, e faça executar com os despachos necessários. Palácio do Rio de Janeiro, em ol? de maio de 1842, vigésimo primeiro da independência e do Império. Com a rubrica de Sua Majestade Imperial. Cândido José de Araújo Viana.
Pagina 392 - ... hei por bem que valha e tenha força e vigor como se fosse carta feita em meu nome, por mim assinada e passada por minha...
Pagina 191 - E este valerá como carta passada pela chancellaria, posto que por ella não ha-de passar, e ainda que o seu effeito haja de durar mais de um e muitos annos, e tudo sem emhargo das ordenações que dispõem o contrario.
Pagina 70 - Repartição pela parte que lhe toca. O mesmo ministro e Conselheiro de Estado D. Rodrigo de Sousa Coutinho, Presidente do Meu Real Erário o tenha assim entendido e faça executar. Palácio de Queluz em 10 de Dezembro de 1801 — Com a rubrica do Príncipe Regente Nosso Senhor
Pagina 74 - ... imprimir todas e quaesquer outras obras; ficando interinamente pertencendo o seu governo e administração á mesma Secretaria. Dom Rodrigo de Souza Coutinho, do meu Conselho de Estado, ministro e secretario de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Guerra o tenha assim entendido, e procurará dar ao emprego da Officina a maior extensão e lhe dará todas as...
Pagina 393 - ... minha chancellaria: sem embargo da ordenação do segundo liuro, titulo vinte, que diz que as cousas, cujo effeito ouuer de durar mais de hum anno, passem per cartas...
Pagina 321 - O presidente do conselho de ministros, ministro e secretario d'estado interino dos negócios da guerra, o tenha assim entendido e faça executar.
Pagina 191 - Companhia , porque com esta tenção lhes mando perdoar , e não de outra maneira : e este se cumprirá tão inteiramente como n'elle se contém , sem duvida nem contradicção alguma ; e valerá como certo , sem embargo da ordenação do livro 2.* tit.
Pagina 275 - O governo dará conta ás cortes das disposições d'este decreto. O presidente do conselho de ministros, ministro e secretario d'estado dos negócios da guerra, e os ministros e secretários d'estado das differentes repartições, assim o tenham entendido e façam executar.
Pagina 46 - O Conselho de Guerra o tenha assim entendido, e faça executar com os despachos necessários, não obstantes quaesquer DispoziçÕes, ou Ordens em contrario.

Bibliografische gegevens