Primeiro ensaio sobre historia litteraria de Portugal: desde a sua mais remota origem até o presente tempo, seguido de differentes opusculos, que servem para sua maior illustração, e offerecido aos amadores da litteratura portugueza em todas as nações

Voorkant
Typographia rollandiana, 1845 - 445 pagina's
0 Recensies
Reviews worden niet geverifieerd, maar Google checkt wel op nepcontent en verwijdert zulke content als die wordt gevonden.

Vanuit het boek

Wat mensen zeggen - Een review schrijven

We hebben geen reviews gevonden op de gebruikelijke plaatsen.

Geselecteerde pagina's

Overige edities - Alles bekijken

Populaire passages

Pagina 337 - Eu elRei faço saber* a quantos este meu Alvará virem , que eu hei por bem , e me praz , que...
Pagina 311 - Reyno de cem anos a esta parte sam mayores : >' mais maravilhosas: de rr.ais altas e mais discretas con» jecturas , que as de nenhúa outra gente no mundo. Os '» Pcrtuguezes ousaram commetter o grande mar Oceano. »» Entraram por elle sem nenhú receo. Descobriram novas >» ylhas : novas terras : novos mares : novos povos : e ho que » mais he : novo Ceo : e novas Estrellas. E perderan-lhe »> tanto o medo : que nem ha grande quentura da torrada
Pagina 312 - Ora manifesto he, que estes descobrimentos de costas, ylhas e terras firmes nam se fezeram indo a acertar; mas partiam os nossos mareantes muy ensinados e providos de estormentos e regras de Astrologia e Geometria, que sam as cousas de que os Cosmographos ham de andar apercebidos...
Pagina 338 - ... hei por bem que valha e tenha força e vigor como se fosse carta feita em meu nome, por mim...
Pagina 338 - Ordenaçam do segundo LiVro, titulo vinte, que diz ,: que as cousas, cujo effeito ouver de durar mais de hum anno , passem por Cartas , e passando por Alvarás , nam valham : e valerá outrosi , postoque nam seja passado pela Chancellaria, sem embargo da Ordenaçam , que dispõem , que o» mesmos Alvarás, que nam forem passados pela Chancellaria , se nam guardem.
Pagina 311 - Antipodas: que ate os Santos duvidarão: e que não ha região que nem por quente, nem por fria se deixe de abitar. E que em hum mesmo clima e igual distancia do Equinocial ha homens brancos e pretos e de mui diferentes calidades. E feserão o mar tão cham que não ha quem hoje ouse dizer que achasse novamente alguma pequena ylha: alguns baixos: si quer algum penedo que por nossas navegaçoens não seja ja descuberto.
Pagina 64 - Brandão faz a discreta reflexão seguinte : « temos certeza de ser homem inclinado a estudos , segundo vemos em seu testamento, em que deixou a elRei de Castella o seu livro das Cantigas; e quem tinha composto hum Cancioneiro, que podia ser apresentado a um Rey , pessoa era com noticia de boas letras (a).
Pagina 4 - Ode à morte do ilustríssimo e excelentíssimo senhor D. Francisco de Lemos de Faria Pereira Coutinho, Bispo de Coimbra, Conde de Arganil, reformador e reitor da Universidade, à qual ea todo o bispado dedica um brasileiro saudoso e agradecido. Coimbra, 1828, 8 págs. in-4.
Pagina 337 - Alvará , ou treslado delle em publica forma for mostrado , eo conhecimento delle pertencer , que assi o cumpram , e guardem , e façam inteiramente cumprir e guardar, sem duvida, nem embargo algum, que a elle seja posto; porque assi o hei por bem.
Pagina 359 - Meza da Consciencia e Ordens; o Doutor Francisco de Lemos de Faria, Reitor da Universidade de Coimbra; o Doutor Manoel Pereira da Silva, Desembargador dos Aggravos da Casa da Supplicação; eo Doutor João Pereira Ramos de Azeredo, Desembargador da mesma Casa. Os quaes todos Mando, que conferindo sobre as referidas decadencia...

Bibliografische gegevens