Revista michaelense, Volumes 2-4

Voorkant
1919

Vanuit het boek

Overige edities - Alles bekijken

Populaire passages

Pagina 400 - Rei de Portugal e dos Algarves, daquem e dalem mar, em 햒rica, senhor de Guin e da Conquista, Navega豫o e Commercio da Ethiopia, Arabia, Persia e da India etc.
Pagina 239 - Bruges, da qual capitana foi logo mettido de psse por carta da dita minha sen.* ea lograra em sua vida e por seu fallecimento, elle como seu filho legitimo maior que era a viera a herdar. . . e estava della de posse pelo titulo e maneira que dito tinha. A quai contestaao Ihe foi recebida e mandado assi o autor como reu que cada um fizesse certo do contheudo em seus artigos sobre os quaes foram tiradas inquiri娛es e dadas certas escripturas em ajuda de sua prova e foram acabadas e abertas...
Pagina 236 - E porem mandamos a quaesquer nossos officiaes a quem pertencer e esta carta for mostrada que lhe no consintam levar a dita dizima e portagem nem faam por ello outra alguma sem razo: ea ns praz de lha quitarmos em o dito tempo como dito , e ai no faaes.
Pagina 234 - K para notar que os nomes destas ilhas na carta do cosmografo se criam ally muytos gaados, e apanhasse sangue de dragom, que trazem a vender a este regno, e assy levam a outras muytas partes. E fez lanar gaado em outra ilha , que est a sete legoas da ilha da Madeira, com entencom de a mandar povorar como as outras, aqual se chama a ilha Deserta.
Pagina 237 - ... e coroa real, que os moradores da dita ilha, quando a Deus aprouver que se povoe, faam guerra e paz por nosso mandado e no possa ser alheada nem vir salvo a nosso natural, e se corra a moeda de nossos reinos.
Pagina 234 - Pedro de mandar povorar com prazimento de seu irmao, e seguyusse sua morte em breve, pello qual ficou despois ao Iffante dom Henrique; ea esta posera o...
Pagina 238 - Ihe pertencer a dita capitana da Praia assi e pela guiza que o dito seu pe avia e possuia, e por minha sentena condenasse o dito reu que abrisse mo e leixasse a dita capitana a elle autor a quem direitamente pertencia eo...
Pagina 238 - D." aja, fora cazado com Inez gonsalves sua mulher por palavras de /presente segundo mandamento da santa Igreja de Roma dentro na cidade de urense e viverom ambos em casa matheudos em voz e fama de marido e mulher.
Pagina 237 - E porem mandamos aos vdpres da nossa fazenda, contadores, almoxarifes, corregedores, juizes, e justias, officiaes e pessoas, ea outros quaesquer que esto houverem de ver a que esta carta for mostrada que leixem ao dito meu...
Pagina 237 - E os nao constranjam nem demandem por ella, e lhes cumpram e guardem e faem bem cumprir e guardar esta carta como em ella contheudo sem outro embargo que lhe sobre ello seja posto. E em testimunho desto por sua guarda e segurana lhe mandamos dar esta carta assignada por ns, e asselada com o nosso sello de chumbo.

Bibliografische gegevens