Pagina-afbeeldingen
PDF
ePub

Britanicos não imaginem que nesta demora são illudidos, quando aliáz devo praticar com elles a delicadeza que tenho patenteado, p. manter a feliz armonia, qne reina, e deve permanecer entre as duas Naçoens, desde tanto unidas, e aliadas, o que se evidenceia hoje mais com a vinda da mencionada Tropa, em soccorro a esta Colonia de S. A. R.

Fio do zelo, e conhecidos sentimentos de fidelidade de V. Ex." pelo Real Serviço do Principe Regente N. Senhor, que não demorará a execução dos passos a que se deve proceder p.a a evacução do indicado Colegio, como tão necessario p.a o destino, que assim me hé forçozo dar-lhe por entanto. D. g.de á Pessoa de V. Ex. p. m. ann. Palacio da Fortaleza de S. Lourenço 27 de Agosto de 1801.-D. Jozé Manoel da Camara.- Ex.mo e R. Sir. Bispo do Funchal.

[ocr errors]

Ordem do dia 29 de Ag.to de 1801

O Ill.mo e Ex.mo Sñr. General ordena que Vm.ce mande consertar todo o Correame, que se achar distruido, tanto o que se acha na Fortaleza do Pico, como todo o que se achar incapaz do serviço, p. se-hir destribuindo, segundo as determinaçoens do mesmo Ex.mo Sir. Quartel General da Fortaleza de S. Lourenço 29 de Agosto de 1801.-Jozé Pedro de Vas.cos, Ajudante de Ordens de Semana.- Sñr. Sargento Mór, Agostinho Luiz Homem de El-Rey.

Ordem do dia 31 de Ag.to de 1801

O Ill.mo e Ex.mo Sir. General deste Estádo ordena, que o Sir. Sargento Mór Commandante de Artelharia paga deste Estádo, mande tomar conhecimento de humas Armas, que hade remeter a essa Fortaleza do Pico o Cap. Mór do Districto do Canisso Jozé Nicoláo Teixeira, p.a que Vm.ce as mande consertar de

m

alguns pequenos consertos, que percizarem as ditas Armas; e que seja executado com a brevidade possivel. D.3 g.de a Vm.ce Palacio de S. Lourenço 31 de Agosto de 1801.- Sr. Sargento Mór Comm.o, Antonio Fran.co Miz Pestana.

Ordena o Ill.mo e Ex.mo Sir. General deste Estádo a V. S., como Coronel Comm. do Regimento de Milicias do Funchal, mande tomar conta de 72 Cartuxeiras, proprias p. a sua Companhia de Cassadores, que se achão no Armazem das Armas desta Fortaleza, pois tem Ordem p.a as entregar a V. S. o Almoxarife Miguel dos Santos Coimbra; passando V. S. Recibo. D.s g.de a V. S. Palacio de S. Lourenço, 31 de Agosto de 1801.Jozé Caetano Cezar de Freitas, Ajudante de Ordens de Semana. Ill.mo Sir. Coronel, Jozé Joaquim Esmeraldo.

Ordem do dia 1.o de Setembr.o de 1801

a

es

m

Ordena o Ill.mo e Ex.mo Sr. General deste Estádo, que o Sir. Sargento Mór Apontador passe as Ordens necessarias d mandar buscar a Pedra que será preciza, p.a se acabar de lageár a Obra da Pontinha, citio donde se háde colocar o Guindaste: e outro sim que Vm.ce passe as Ordens consernentes ao Cap. das Obras Reaes, p.a que elle mande buscar os Off. que vir são suficientes, p. a conclusão desta Obra, e brevidade della. D. g.de a Vm.ce Palacio da Fortaleza de S. Lour.co 1.o de Setembr." de 1801.-Jozé Caetano Cezar de Freitas, Ajudante de Ordens de Semana.- Sãr. Major Apontador, Agostinho Luiz Homem de El-Rey.

Ordem do dia 2 de Setembr.o de 1801

O Ill.mo e Ex.mo Sir. General deste Estádo ordena, que o Sur. Sargento Mór Comm. de Artelharia paga desta Ilha, mande

apromptar hua Escolta, e a mande ao citio da Pontinha, p. fazerem enviar sincoenta barriz de Polvora ao Paiol, p. ahi se recolherem; e que na sua condução, não suceda como sucedeo da ultima vêz, que se conduzio algua polvora, e se hia espalhando. Outro sim, que Vm.ce faça aviso a Henrique Corrêa, logo que apromptar a dita Escolta, p. que elle mande buscar abordo a d. polvora. Ordena mais, o m." Ex.m0 Sñr., que Vm.ce mande receber a caza do mesmo Henrique Corrêa, algumas couzas, que vierão de Londres nestes ultimos Navios, e que pertencem á Fortificação. D. g.de a Vm.ce Palacio da Fortaleza de S. Lourença.-Jozé Caetano Cezar de Freitas, Ajudante de Ordens de Semana. Sir. Major Comm.e, Antonio Fran.co Miz Pestana.

Portaria p. se pagar, pela Thezouraria dos Pagamentos,
e os Soldados Melicianos que fazem guardas

Porque desde o dia 4, thé 9 de Agosto inclusivamente, mandei entrar em Serviço Regular 50 Soldados, e 3 Cabos, do Regimento de Milicias do Funchal; e do dia 10 do mesmo mêz em diante, athé nova Ordem minha, 129 Soldados, 3 Cabos, e 3 Sargentos, vencendo todos o competente Soldo e Pão; a saber, 100.rs e hum pão p. dia a cada hum dos Sargentos; 60.rs e hum pão, a cada hum dos Cabos, e 50.rs e hum pão, a cada hum dos Soldados, na fórma que se praticava com a Infantaria paga: Ordeno que o Thezoureiro dos Pagamentos Miguel dos Santos Coimbra, faça o competente pagamento, ávista da respectiva relação, que assignar o Coronel ou Commandante do dito Regimento. E na Contadoria Geral da Junta da Real Fazenda, será esta appresentada, p.a se legalizar a dita Relação nesta conformidade. Palacio da Fortaleza de S. Lourenço, 3 de Setemb. de 1801.- Com a Rubrica de S. Ex.a

Ordem do dia 4 de Setembr.o de 1801

mo

Ordena o Ill. e Ex." Sir. General deste Estádo, que Vm.ce, como Commandante de Artelharia paga desta Ilha, marchará com o seu Corpo á manhãa, pelas 4 horas da tarde, p.a a porta do falescido Tenente Coronel Agostinho Jozé Marques Roza, p. 0 acompanharem até á porta da Igreja de S. Fran.co, donde se há sepultar; e irá o seu Corpo municiado com trez Cartuchos de polvora, com armas em funeral, p. ali darem trez discargas; fazendo-lhe em tudo as honras de Coronel. D. g.de a Vm.ce. Palacio da Fortaleza de S. Lourenço 4 de Setembr.o de 1801.Jozé Caetano Cezar de Freitas, Ajudante de Ordens.- Sir. Sargento Mór Comm.e de Artelharia, Antonio Fran.co Miz Pestana.

Ordem do dia 5 de Setembr. de 1801

O Ill.mo e Ex.mo Sñr. General deste Estádo faz enviar ao Senhor Comm. de Artelharia, hum Caxote com huns instrom.tos de Artelharia, e junta vai a Relação incluza, mensionando a quantidade delles; e logo que Vm.ce receber esta, passará hum recibo de como fica entregue, enviando-o ao Sargento Mór Apontador Agostinho Luiz Homem de El-Rey. D. g.de a Vm.ce Palacio da Fortaleza de S. Lourenço Jozé Caetano Cezar de Freitas, Ajudante de Ordens - Sir. Sargento Mór, Antonio Fran.co Miz Pestana.

Ordem que prohibe a os moradores desta Ilha, a compra
dos uniformes dos Sold.os Britanicos

Sendo prezente ao Ill.mo e Ex.mo Sir. General, que não obstante a Ordem que já se publicou, prohibindo a os moradores desta Ilha, e especialmente a os desta Capital, a compra de pessa al

á

guma de Fardamento a os Soldados Auxiliares Britanicos; se tem infringido a mesma Ordem, expondo-se por isso os compradores ás penas correspondentes a hum tal delicto: novamente Ordena o m.mo Ex.mo Sur., que ninguem ouze comprar, ou por titulo algum receber, fato de qualidade alguma a os ditos Soldados Britanicos, ou Marinheiros de Navios de Guerra, sob pena de ser o receptor punido com igual castigo ao que consta sofrem os sobreditos Soldados Britanicos, comprehendidos em semelhantes prohibidas vendas. E para que chegue á noticia de todos, manda o mesmo Ex.mo Sir, que esta sua Ordem se publique, atoque de caixa, e se afixe nos lugares do estillo, a fim de que ninguem possa alegar ignorancia. Secretaria do Governo 25 de Septbr. de 1801.- João Marques Caldeira de Campos, Secretario do Governo.

Carta que o Brigadeiro General Clinton, mandou ao Ex.mo Sr. G.el

O Brigadeiro General Clinton pede licença para Representar a S. Ex. o Governador da Madeira, que, em consequencia de hũa Ordem que agora se recebeo no Forte de S. Tiago, e que a elle se communicou, parece que hé da vontade de S. Ex.*, que hua grande quantidade de balas se removão daquelle Forte. Se hua tal quantidade de ballas dahi se removerem, não será então possivel dár a protecção a os Navios de S. Mag.de, a os dos seus Aliados, e a esta Cidade; o que em todos os Sentidos hé o dever, e o dezejo do Off.al Command.e da Tropa Britanica; p. cujos fins o Brigadeiro General Cliton pença o destacamento das Tropas Britanicas em S. Tiago, muito ecencialmente postadas.

Debaixo destas sircunstancias o Brigadeiro General Cliton sobmete a S. Ex.a a propried.e de contra mandar esta Ordem; e entretanto pede licença de participar a S. Ex.", que elle tomou a liberdade de suspender o moverem-se balas alguas, thé que S. Ex.a tenha tido tempo de receber esta Reprezentação, e deliberar sobre as más consequencias que se seguem de infraquecer as defensas do Forte de S. Tiago. O Brigadeiro Cliton pede li

« VorigeDoorgaan »