Pagina-afbeeldingen
PDF
ePub

ANNAES

DO

RIO DE JANEIRO

TOMO V.

DO

Rio de Janeiro,

CONTENDO

A DESCOBERTA E CONQUISTA DESTE PAIZ, A FUNDAÇÃO
DA CIDADE COM A HISTORIA CIVIL E ECCLESIASTICA,
ATÉ A CHEGADA D'EL-REI DOM JOÃO VI; ALÉM DE
NOTICIAS TOPOGRAPHICAS, ZOOLOGICAS E BOTANICAS;

POR

Balthazar da Silva Lisboa,

Doutor em Leis pela Universidade de Coimbra, Conselheiro Aposentado
no Conselho da Fazenda.

Non tamen adeo virtutem sterilæ sæculum, ut et non
bona exempla prodiderint. Cæterum antequam distincta
componam, repetendum videtur, qualis status urbis, quæ
mens exercituum, qu'n habitus provinciarum, quid in toto
serrarum orbe validum, quid ægregium fuerit: ut non
ɔ carus eventusque rerum, qui plerumque fortuiti
, sed ratio etiam, causæque noscantur.

C. CORN. TACIT., Escrit. L. 1.

TOMO V.

RIO DE JANEIRO,

NA TYP. IMP. E CONST. DE SEIGNOT-PLANCHER E C2,

Rua d'Ouvidor, N. 95.

1835.

1087707

THE LIBRARY
THE UNIVERSITY

OF TEXAS

ANNAES

DO RIO DE JANEIRO,

PARA SERVIR

à Historia do seu descobrimento.

PARTE V.

LIVRO V.

CAPITULO PRIMEIRO.

Trata-se nelle do Governo de Duarte Teixeira Chaves, dos novos im. postos para sustentar a Tropa vinda de Portugal e seus Quarteis, e para a Barra de Vianna; da prohibição da importação do tabaco da Bahia; de instancias pelo Convento das Freiras; do fallecimento d'El-Rei D. Affonso VI e da Rainha, das horrendas animosidades, calamidades, e excessos praticados pelos povos da Ilha Grande e S. Paulo; da elevação desta Provincia; do novo estabelecimento de Montevidéo; da moeda Hespanhola; escassez e fome dos antimentos; da prohibição dos cortumes dentro da Cidade e sua visinhança; da ausencia do Governador ficando a Camara governando a Capitania.

S1.

Em 12 de Janeiro de 1682 tomou posse do Governo Duarte Teixeira Chaves (1), e a sua conducta foi a de hum homem de probidade na ex

(1) Livro copiado das cartas de 1679 pag. 29.

TOMO V

1

« VorigeDoorgaan »