Pagina-afbeeldingen
PDF
ePub

tada nem contestavel. Mas deverá d'aqui concluir-se que os meninos que frequentam as aulas não hajam de familiarisar-se, desde a infancia, com os versos do poeta eminentemente patriota, do escriptor classico, a quem a linguagem vernacula he devedora de huma grande parte de suas riquezas e primores? Não será possivel, evitar-se qualquer perigo moral, e qualquer inconveniente de outra natureza, resultantes da leitura do inteiro poema, sem defraudal-os do grande proveito que d'ella poderão colher, instruindo-se, deleitando-se, e afervorando-se nos mais nobres sentimentos? Com tal intuito, e para facilitar-lhes a intelligencia de muitos lugares que elles mal entenderiam sem alguma explicação, he he que foi ordenada esta Selecta. Pareceu que elle se consegui ria empregando-se os seguintes meios:

1.o Supprimindo todos os logares perigosos á innocencia dos primeiros annos. Maxima debetur puero reverentia: sanissima sentença de hum celebre escriptor da antiguidade pagā.

2.° Fazendo preceder de um summario cada hum dos excerptos, no qual se indique o assumpto que n'elle se tracta.

3.o Accrescentando aos escriptos no fim do livro, breves notas, nas quaes se dê huma resumida noti

cia das personagens historicas ou mythologicas de que n'elles se falla; exceptuando porém aquellas que o texto mesmo do poema torna sufficientemente conhecidas; e não deixando tambem sem huma rapida explicação os nomes geographicos cuja noticia não seja vulgar.

4.° Elucidando brevemente nas mesmas notas os passos escabrosos, ou que encerrarem alguma difficuldade; e substituindo por vocabulo de significação conhecida algum termo obsoleto, ou de menos obvia intelligencia.

5.o Finalmente, apontando algumas irregularidades de construcção, alguns desprimores metricos, e outros descuidos incorridos pelo poeta; leves manchas, procedidas de quasi inevitavel incuria, e da humana imperfeição, que não desluzem o brilho de tamanha e tão justa reputação; mas que importa indicar aos estudantes e aos estudiosos, para que não se deixem cahir em defeitos semelhantes, nem depois se desculpem allegando a auctoridade de tão grande mestre.

As pessoas intelligentes, e principalmente as desveladas pelos progressos na instrucção publica, decidirão se foi acertada a traça d'esta obrinha, e se O seu desempenho satisfaz de algum modo ao fim

a que tende este commettimento, embora humilde, novo na nossa terra, onde ainda não abundam nem os bons compendios, nem livros subsidiarios, que facilitem e suavisem o ensino e o estudo das disciplinas professadas nas escolas.

EXCERPTOS DO CANTO I

Proposição do Poema

I

As armas, e os Barões assinalados,
Que da occidental praia Lusitana
Por mares nunca de antes navegados
Passaram ainda alem da Taprobana,
Em perigos, e guerras esforçados
Mais, do que promettia a força humana:
E entre gente remota edificaram
Novo reino, que tanto sublimaram:

II

E tambem as memorias gloriosas
Daquelles Reis, que foram dilatando
A Fé, o Imperio; e as terras viciosas
De Africa, e de Asia andaram devastando:
E aquelles, que por obras valerosas
Se vão da lei da morte libertando:
Cantando espalharei por toda parte,
Se a tanto me ajudar o engenho, e arte.

III

[ocr errors]

Cessem do sabio Grego, e do Troiano,
As navegações grandes, que fizeram:
Calle-se de Alexandro, e de Trajano
A fama das victorias, que tiveram;
Que eu canto o peito illustre Lusitano,
A quem Neptuno, e Marte obedeceram:
Cesse tudo o, que a Musa antiga canta;
Que outro valor mais alto se alevanta.

Invocação ás Nymphas do Tėjo

IV

E vós, Tagides minhas, pois creado
Tendes em mi hum novo engenho ardente,
Se sempre em verso humilde celebrado
Foi de mi vosso rio alegremente:
Dai-me agora hum som alto, e sublimado,
Hum estylo grandiloquo, e corrente;
Porque de vossas aguas Phebo ordene,
Que não tenham inveja ás de Hippocrene.

V

Dai-me huma furia grande, e sonorosa,
E não de agreste avena, ou frauta ruda;
Mas de tuba canora, e bellicosa,

Que o petto accende, e a cor ao gesto muda:
Dai-me igual canto aos feitos da famosa
Gente vossa, que a Marte tanto ajuda ;
Que se espalhe, e se cante no universo:
Se tão sublime preço cabe em verso.

« VorigeDoorgaan »