Pagina-afbeeldingen
PDF
ePub

:b. comm. Spec-grant: Brazil

rite 7-13-34

6198

HISTORIA

ᎠᎪ

INDEPENDENCIA DO BRASIL

até ao reconhecimento pela antiga metropole, comprehendendo, separadamente, a dos successos occorridos em algumas provincias até essa data

POR

Francisco Adolfo de Varnhagen

(VISCONDE DE Porto-seguro)

G&L

A publicação da “Historia da Independencia" do Visconde de Porto-Seguro

pelo Instituto Historico e Geographico Brasileiro

A 9 de Maio de 1916, o sr. dr. Lauro Müller, muito digno ministro das Relações Exteriores, dirigiu ao sr. conde de Affonso Celso, nosso presidente perpetuo, um officio, em que declarava offerecer á veneranda instituição, da quaf S. Ex. é socio honorario, « os originaes, accompanhados das respectivas cópias a machina, da obra intitulada Historia da Independencia, de Francisco Adolfo de Varnhagen, visconde de Porto-Seguro, os quaes foram encontrados entre os papeis que formavam o archivo do barão do Rio-Branco, adquirido pelo Governo do Brasil ». Como a obra inédita do egregio auctor da Historia Geral do Brasil constitue « uma valiosa contribuição para o estudo da nossa Historia», offerecia-a o illustre chanceller ao nosso gremio, afim de que os preciosos documentos fossem publicados na Revista do Instituto.

A esse officio respondeu no dia seguinte o nosso presidente perpetuo, agradecendo, em nome do Instituto, o gesto patriotico e gentil do eminente auxiliar do Governo da Republica, participando, ao mesmo tempo, ao nosso consocio honorario que iam ser immediatamente satisfeitos os seus desejos quanto à inserção da inestimavel obra inédita do visconde. de Porto-Seguro nas paginas da nossa Revista. Ao sr. ministro das Relações Exteriores já communicava o sr. conde de Affonso Celso que ia nomear uma Commissão, destinada a examinar, conferir e coordenar os originaes de Francisco Adolfo de Varnhagen.

Com effeito, a 11 de Maio, o nosso distincto presidente perpetuo escolhia as pessoas que deviam fazer parte da mencionada Commissão, a qual ficou composta do nosso benemerito bibliothecario, sr. dr. J. Vieira Fazenda, e dos nossos consocios, srs. dr. B. F. Ramiz Galvão, dr. Pedro Lessa, Max Fleiuss e professor Basilio de Magalhães, sendo este

« VorigeDoorgaan »