Pagina-afbeeldingen
PDF
ePub

PRESIDENTE

Visconde de Bom Retiro.

1° VICE-PRESIDENTE

Dr. Joaquim Manoel de Macedo.

2° VICE-PRESIDENTE

Joaquim Norberto de Sousa e Silva.

3° VICE-PRESIDENTE

Barão Homem de Mello.

2° SECRETARIO

Dr. Carlos Honorio de Figueiredo.

SECRETARIOS SUPPLENTES

Dr. Manoel Duarte Moreira de Azevedo.
Dr. José Tito Nabuco de Araujo.

ORADOR

Dr. Joaquim Manoel de Macedo.

THESOUREIRO

Antonio Alvares Pereira Coruja.

COMMISSÃO DE FUNDOS E ORÇAMENTO

Tenente-coronel Francisco José Borges.

Dr. Maximiano Marques de Carvalho.

Conselheiro José Mauricio Fernandes Pereira de Barros.

COMMISSÃO DE ESTATUTOS E REDACÇÃO DA REVISTA

Conselheiro Olegario Herculano de Aquino e Castro.
Dr. Joaquim Antonio Pinto Junior.

Conselheiro Tristão de Alencar Araripe.

COMMISSÃO DE REVISÃO DE MANUSCRIPTOS

Conego Dr. Manoel da Costa Honorato.
Dr. Joaquim Pires Machado Portella.
Dr. Felizardo Pinheiro de Campos.

COMMISSÃO DE TRABALHOS HISTORICOS

Conselheiro Olegario Herculano de Aquino e Castro.
Dr. José Tito Nabuco de Araujo.
Conselheiro Filippe Lopes Netto.

COMMISSÃO SUBSIDIARIA DE TRABALHOS HISTORICOS

Dr. Manoel Duarte Moreira de Azevedo.

Dr. Benjamim Franklin Ramiz Galvão.

Dr. Rozendo Muniz Barreto.

COMMISSÃO DE TRABALHOS GEOGRAPHICOS

Senador Candido Mendes de Almeida.

Conselheiro Henrique de Beaurepaire Rohan.

Dr. Cesar Augusto Marques.

COMMISSÃO SUBSIDIARIA DE TRABALHOS geograpHICOS

Dr. Miguel Antonio da Silva.

Dr. José de Saldanha da Gama.

Capitão de mar e guerra José da Costa Azevedo.

COMMISSÃO ARCHEOLOGICA E ETHNOGRAPHIA

Dr. José Vieira Couto de Magalhães.

Dr. Ladislau de Sousa Mello Netto.

Dr. Nicolau Joaquim Moreira.

COMMISSÃO DE ADMISSÃO DE SOCIOS

Dr. Agostinho Marques Perdigão Malheiro.
Dr. Alfredo d'Escragnolle Taunay.

Dr. João Ribeiro de Almeida.

TOMO XL, P. II

68

COMMISSÃO De pesquiza DE MANUSCRIPTOS

Commendador João Wilkens de Mattos.

Dr. Manoel Jesuino Ferreira.

1° tenente Francisco Manoel Alvares de Araujo.

Não se procedeu à eleição de 1o secretario por ser este cargo biennal e ter sido eleito para elle, no anno passado, o Sr. conselheiro José Ribeiro de Sousa Fontes.

Terminada a eleição, o Sr. presidente declarou que o Instituto entrava em férias, e levantou a sessão.

SESSÃO MAGNA ANNIVERSARIA

DO

INSTITUTO HISTORICO E GEOGRAPHICO BRASILEIRO NO DIA 15 DE DEZEMBRO DE 1877.

DISCURSO

DO EXM. SR. PRESIDENTE VISCONDE DE BOM RETIRO.

[ocr errors]

Senhores. A' vossa benevolencia devo, pela terceira. vez, a honra de presidir á sessão magna do anniversario de nossa regeneração social.

Ha um anno sentou-se n'esta cadeira um dos mais preeminentes membros do Instituto, e abriu a sessão, após brilhantissimo discurso, enriquecido com os primores de arrebatadora eloquencia e as mais preciosas galas, de que sabe revestir sempre as producções litterarias que dimanam de sua invejavel penna.

Que differença, senhores, de então para hoje, cabendo igual tarefa a quem, destituido de tão raros dotes, só tem para offertar-vos os mais incessantes esforços e tudo quanto de mais extremoso encerra a dedicação, a vêr se um dia chega a corresponder à confiança de que se desvanece, e com a qual tanto o haveis distinguido! Prova é já, e não pequena, a victoria alcançada pela consciencia do dever, na luta ingente que teve de travar com a da fraqueza das proprias forças, para não recuar diante da obrigação que lhe é, n'esta solemidade, imposta pela natureza do cargo.

Ha um anno nosso 1° vice-presidente foi n'este recinto orgão fiel e harmonioso de todos os socios do Instituto, manifestando as intensas saudades, que pungiam corações agradecidos em virtude da ausencia de nosso benemerito protector, e da excelsa Imperatriz, que percorriam longinquas terras.

Hoje pertence-me a grata missão de, em nome tambem de toda esta associação, render de novo, embora sem o mesmo explendor de phrase, mas com igual sinceridade, as mais fervorosas e repetidas graças ao Altissimo por achar-se restituido ao seio da patria, coberto de bençãos, querido e festejado por toda a parte, o augusto par, objecto sagrado de nosso mais devotado amor, de nosso mais puro e indelevel reconhecimento.

Desempenhava n'aquelle tempo vosso presidente uma das mais honrosas e agradaveis funcções, acompanhando o nosso primeiro consocio n'essa variadissima, e a todos os respeitos instructiva excursão, e enchia-se de jubilo e nobre orgulho observando e admirando o cuidado com que eram por elle examinados, sem poupar-se a fadigas de rapidas e difficeis viagens, os mais interessantes estabelecimentos publicos e particulares dos povos mais cultos, e ao mesmo tempo a perseverança com que procedia tão por menor a investigações scientificas e praticas, na vastissima escala dos melhoramentos dos differentes ramos da actividade humana, de par com o estudo comparativo de diversas instituições, e sua applicação ao Brasil — alvo constante, e sempre o primeiro, de seus mais estremecidos desvelos.

Então, cheio de ufania (para que occultal o?), foi ainda vosso presidente, frequentes vezes, testemunha do zelo que, no meio de tamanha lida, de envolta com tantas, tão sérias e tão variadas preoccupações do espirito, mereceu

« VorigeDoorgaan »