Pagina-afbeeldingen
PDF
ePub

lhe, sempre, esta sociedade, já procurando tornal-a ainda mais conhecida; já recommendando e acoroçoando pesquizas de manuscriptos e acquisição de obras, que viessem enriquecer nosso archivo; já, emfim, interessando-se vivamente pelos trabalhos aqui feitos na ausencia, durante a qual, não ha duvidar, o Instituto, guiado pelo digno presidente interino, soube corresponder ás significativas demonstrações de lembrança e estima de seu inclyto regenerador. Ainda ha pouco acabamos de receber mais uma prova de taes sentimentos em preciosissimo mimo de alto valor, com o qual dignou-se brindar-nos.

E' um quadro a oleo, copiado com todo o esmero, representando aborigenes e outros habitantes do Brasil no seculo XVII.

Este quadro constitue a primeira das cópias que, a expensas suas, mandou tirar de quantos do mesmo genero viu no museu ethnographico de Copenhague, e cuja authenticidade lhe foi, além do aspecto da pintura, confirmada pelo sabio ethnologo, o Sr. Worsac, director d'aquelle museu. As outras cópias são brevemente esperadas, e apenas cheguem serão entregues ao Instituto.

Longe, bem longe, se não me visse forçado a cingir-me mais de perto ao fim que ora nos reune, me arrastaria o enlevo das prazenteiras recordações de tudo quanto vi, de tudo quanto presenciei de nobre, de sublime e de elevado n'esta viagem do Imperador, à qual se prendem as mais bem fundadas esperanças do muito que ha de produzir de util ao Brasil, e constituir no futuro uma das mais bellas paginas da historia d'este reinado.

Agora devo congratular-me comvosco pela marcha sempre progressiva do Instituto Historico Geographico e Ethnographico Brasileiro, sempre ganhando novos titulos para manter-se na categoria que merecidamente lhe

compete entre as mais uteis instituições litterarias, desde que mão augusta e generosa houve por bem outorgar-lhe, em 1840, mais fecunda existencia.

O anno social que termina não foi, por certo, menos fertil do que os anteriores em trabalhos da propria lavra de nossos intelligentes e prestimosos companheiros.

Em cada anno que passa vai o Instituto deixando rastos luminosos, que lhe firmam a reputação de tempos a esta parte adquirida no velho e no novo mundo.

Collecções de sua Revista, regularmente publicada, figuram entre os livros que adornam riquissimas bibliothecas, e são procuradas dentro e fóra do Imperio com verdadeiro empenho.

Academias scientificas importantes, estabelecimentos litterarios e pessoas notaveis por seu saber, entretêm comnosco estreitas relações, mais de uma vez consultando o Instituto sobre questões concernentes a factos e investigações historicas ou ethnographicas, e trocando nossas publicações por seus mais preciosos trabalhos.

Se, pelo lado financeiro, grande cabedal não faz avultar nosso patrimonio, temos, çomtudo, sabido manter-nos modestamente, mas sem esterilidade, aguardando sem desanimo que, mais folgada a renda nacional, permitta os poderes do Estado auxiliarem-nos em commettimento de ordem mais elevada a prol do progresso da historia, geographia e ethnographia no Brasil.

Nossas sessões têm sido celebradas com a maior assiduidade e satisfatoria concurrencia, rara sendo a que deixasse de primar pela leitura de memorias ou escriptos de real interesse.

Nossos archivos contêm inestimaveis manuscriptos que assaz hão de servir para a historia patria, muitos dos quaes estariam irremediavelmente perdidos se não exis

tisse esta associação, na falta de outra do mesmo genero.

A melhor harmonia ha reinado, sem excepção, entre nossos consocios, que, segundo aliás era de esperar, consideram as salas do Instituto terreno neutro por excellencia, onde não se fazem sentir as opiniões partidarias, onde pessoas de oppostas communhões, olvidando (em boa hora. o digo) divergencias politicas, vivem em fraternal e intima convivencia, e, honra lhes seja feita, curando exclusivamente dos nobres encargos, que, movidos por patriotica espontaneidade, tomaram por timbre desempenhar.

Novos lidadores foram admittidos na arena de nossos trabalhos. Os precedentes d'esses conspicuos cavalheiros, suas reconhecidas habilitações e as obras que têm publicado, nos levam a n'elles antever outros tantos auxiliares dos que de ha muito servem ao Instituto.

Motivos são esses de sobra para justo regosijo, e exultariamos de completo, e não perturbado prazer, se, pari passu que tudo isto commemoramos no anniversario do maior dia de nossa vida social, não nos agorentassem a alegria os golpes crueis que a mão da morte desfecha, roubando-nos, no decurso do anno, quatro prestantissimos socios, merecedores todos de nossas saudades, todos illustres, como infatigaveis cultores do jardim das letras, e um d'elles, um dos maiores vultos de uma grande nação, ou antes do seculo actual. Não me é dado, todavia, proseguir n'este terreno. A um dos mais eloquentes oradores que conheço está confiada a gloria de pôr em brilhante relevo os nomes, predicados e serviços de tão eminentes personagens.

Em breve ouvireis tambem o relatorio do illustrado 1° secretario, onde será descripto, com a clareza da erudição e do methodo que o distinguem, tudo quanto fez

objecto de nossas sessões no periodo decorrido de 15 de Dezembro do anno passado em diante.

Senhor. E' tempo de terminar. Não o posso, porém, não o devo fazer e não farei sem satisfazer um dos mais imperiosos anhelos do Instituto, e sem obedecer ao proprio e irresistivel impulso, depondo ante o throno imperial as respeitosas, e cordiaes homenagens da profunda e immorredoura gratidão que nos penhora para com V. M. Imperial e S. M. a Imperatriz, por mais uma vez terem-se dignado abrilhantar esta festa litteraria.

Igual manifestação têm o direito de exigir de nós S. A. R. o Sr. conde d'Eu e sua augusta consorte a Serenissima Princeza Imperial pelas demonstrações de apreço, com que, incessantemente, têm favorecido o Instituto, demonstrações que ainda mais evidentes se tornaram, para mais nos captivarem, durante a ausencia do nosso anjo tutelar.

Está aberta a sessão.

RELATORIO

DO 1° SECRETARIO CONSELHEIRO DR. JOSÉ RIBEIRO DE SOUSA

FONTES.

Senhores. N'este dia solemne, em que celebra o Instituto Historico Geographico Brasileiro, com festa litteraria, o anniversario da sua fundação, o 1o secretario deve relatar todo o occorrido em suas sessões, e dar conta fiel e circumstanciada do estado da associação.

Deveres muito honrosos e superiores às suas forças, minguados, porém, ante a vontade de cumpril-os e a gratidão para com aquelle que, um dia, por sua vontade, por seu amor as letras e pela reconhecida dedicação tantas vezes manifestada em prol do Brasil, deu ao Instituto o impulso que tendes sabido conservar e sustentar, indicaram ao vosso 1° secretario uma commissão ardua, porém nobre, e o obrigaram a não seguir vossas pėgadas nas jornadas de 1876 e 1877, e a vir agora fazer-vos o inventario descarnado do que, com tanto zelo, vigilancia e desvelo, foi colhido pelo nobre 2o secretario.

Como sabeis, a saude de S. M. a Imperatriz obrigou ao Imperador a retirar-se temporariamente da patria e do Instituto; era mister um medico que acompanhasse a Imperatriz que soffria, e a escolha recahiu sobre o menos habilitado. Ao vosso 1o secretario coube a honrosa tarefa de acompanhar os monarchas n'essa peregrinação, em que elle viu muitas vezes este Instituto ennobrecido diante dos sabios americanos e europeos pelo seu augusto protector, pelo Imperador, para quem as questões scientificas e administrativas eram tão comesinhas, que causava pasmo a proficiencia com que 69

TOMO XL, P. II

« VorigeDoorgaan »