Zoeken Afbeeldingen Maps Play YouTube Nieuws Gmail Drive Meer »
Inloggen
Boeken Boek
" Está recitando a morte! Mas deixar nesta espessura O canto da mocidade! Não cuide a gente futura Que será obra da idade O que é força da ventura... "
Historia da litteratura portugueza - Pagina 627
door Teófilo Braga - 1907
Volledige weergave - Over dit boek

Obras do grande Luis de Camões ..., Volume 4

Luís de Camões - 1815 - 442 pagina’s
...da idade O que he forca da ventura. Que idade, tempo, c espanto, De ver quaõ ligeiro passe, Nunqua em mi puderam tanto, Que postoque deixo o canto, A causa delle deixasse. Mas em tristezas, e nojos, Em gosto, e contentamento, Por Sol, por neve, por vento, Tendrè presente...
Volledige weergave - Over dit boek

Obras completas de Luis de Camões, correctas e emendadas pelo cuidado e ...

Luís de Camões - 1843
...esperança será forte? Fraqueza da humana sorte, Que quanto da vida passa Está recitando a morte! Mas deixar nesta espessura O canto da mocidade: Não cuide a gente futura Que será obra da idade O que he força da ventura. Qu' idade, tempo, e espanto De ver quão ligeiro passe, Nunca em...
Volledige weergave - Over dit boek

Obras de Luiz de Camões: Vida de Luiz de Camões. Elogios dedicados a L. de ...

Luís de Camões - 1860 - 560 pagina’s
...celebres redondilhas: na H o Poeta faz o protesto da violencia com que deixa por Deus os seus amores: Mas deixar nesta espessura O canto da mocidade, Não cuide a gente futura, Que será obra da idade O que he força da ventura. Que idade, tempo e espanto, De ver quão ligeiro passe, Nunca em...
Volledige weergave - Over dit boek

Obras, Volume 1

Luís de Camões - 1861 - 532 pagina’s
...celebres redond ilhas: na no Poeta faz o protesto da violencia com que deixa por Deus os seus amores: Mas deixar nesta espessura O canto da mocidade, Não cuide a gente futura, Que será obra da idade O que he força da ventura. Que idade, tempo e espanto, De ver quão ligeiro passe, Nunca em...
Volledige weergave - Over dit boek

Historia de Camões, Deel 1

Teófilo Braga - 1873
...Lusiadas, nunca mais escrevêra versos lyricos; e além d'isso, que igporava a morte da sua amante: Mas deixar n'esta espessura O canto da mocidade: Não...quão ligeiro passe, Nunca em mi puderam tanto, Que, posto que deixo o canto A causa d'elle deixasse. Mas lembranças da affeição Que ali captivo me tinha,...
Volledige weergave - Over dit boek

Annuario, Volume 1

Sociedade Nacional Camoneana - 1881
...o objecto dos seus aftectos, e exprime-se d'este modo, tão suave quanto triste : Mas deixar 'nestn espessura O canto da mocidade; Não cuide a gente futura Que será ohra da edade O que é força da ventura. Qu'cdade, tempo e espanto De ver quão ligeiro passe, Nunca...
Volledige weergave - Over dit boek

Lyricas de Luiz de Camoẽs: com traduccoẽs francezas e castelhanas de José ...

Luís de Camões - 1898 - 152 pagina’s
...esperança será forte ? Fraqueza da humana sorte, Que quanto da vida passa Está recitando a morte! Mas deixar nesta espessura O canto da mocidade! Não...força da ventura. Que edade, tempo, e espanto De ver quão ligeiro passe, Nunca em mi puderam tanto, Car tot s'en vont en fumée Nos desseins avec nos...
Volledige weergave - Over dit boek

Lyricas de Luiz de Camoẽs: com traduccoẽs francezas e castelhanas de José ...

Luís de Camões - 1898 - 148 pagina’s
...quanto da vida passa Está recitando a morte! Mas deixar nesta espessura O canto da mocidade ! Nao cuide a gente futura Que será obra da edade O que...força da ventura. Que edade, tempo, e espanto De ver quáo ligeiro passe, Nunca em mi puderam tanto, roí Car tôt s'en vont en fumée Nos desseins...
Volledige weergave - Over dit boek

As cem melhores poesias (líricas) da lingua portuguesa

Carolina Michaëlis de Vasconcellos - 1910 - 264 pagina’s
...esperança será forte ? Fraqueza da humana sorte, Que quanto da vida passa Está recitando a morte ! Mas deixar nesta espessura O canto da mocidade — Não cuide a gente futura Que será obra da idade O que é força da ventura ! Que idade, tempo, e espanto De ver quam ligeiro passe, Nunca em...
Volledige weergave - Over dit boek

Obras completas de Luiz de Camões, Volume 2

Luís de Camões - 1912 - 532 pagina’s
...esperança será forte ? Fraqueza de humana sorte, Que quanto da vida passa Está recitando a morte ! Mas deixar n'esta espessura O canto da mocidade : Não cuide a gente futura Que será obra da idade O que he força da ventura. Que idade, tempo, e espanto De ver quão ligeiro passe, Nunca em...
Volledige weergave - Over dit boek




  1. Mijn bibliotheek
  2. Help
  3. Geavanceerd zoeken naar boeken
  4. ePub downloaden
  5. PDF downloaden