Zoeken Afbeeldingen Maps Play YouTube Nieuws Gmail Drive Meer »
Inloggen
Boeken Boek
" Roga a Deus, que teus anos encurtou, Que tão cedo de cá me leve a ver-te Quão cedo de meus olhos te levou. "
Obras de Luiz de Camões: Vida de Luiz de Camões. Elogios dedicados a L. de ... - Pagina 98
door Luís de Camões - 1860
Volledige weergave - Over dit boek

Os sentidos e a emoção: nalguns poetas portuguezes e brasileiros

Bettencourt Rodrigues - 1909 - 68 pagina’s
...puro viste. E se vires que póde merccer-te Alguma cousa a dor que me ficou Da mágua, sem remedio, de perder-te; Roga a Deus, que teus annos encurtou, Que tão cedo de cá me leve a vêr-te, Quão cedo de meus olhos te levou. » No mesmo genero, mas de vos talvez bem menos conhecido,...
Volledige weergave - Over dit boek

PORTUGUESE CONVERSATION-GRAMMER

LOUISE EY - 1912 - 506 pagina’s
...olhos meus tão puro viste. E se vires que pôde merecer-te Alguma coisa a dor que me ficou Da niágua, sem remédio, de perder-te, Roga a Deus que teus annos encurtou, Que tão cedo de cá me leve a vôr-te, Quão cedo de meus olhos te levou. (Camões.) Antes a pobreza honrada Do que a riqueza roubada....
Volledige weergave - Over dit boek

Historia da litteratura classica ...

Fidelino de Figueiredo - 1917 - 440 pagina’s
...que pode mercer-te Algila cousa a dor que me ficou Da mágoa, sem remedio de perder-te; Roga a Deos, que teus annos encurtou. Que tão cedo de cá me leve a ver-te, Quão cedo de meus olhos te levou. É no muito pouco pedir deste soneto, apenas a recordação do antigo amor, se ella no ceu se consente,...
Volledige weergave - Over dit boek

Sonetistas portugueses e luso-brazileiros: antologia contendo dados ...

Nuno Catharino Cardoso - 1918 - 258 pagina’s
...pôde merecer-te Algúa cousa a dor que me ficou Da magoa, sem remedio, de perdèr-te ; Roga a Deos que teus annos encurtou, Que tão cedo de cá me leve a vêr-te, Quão cedo de meus olhos te levou. Edição Juromenha, 'soneto XIX, vol. II, Lisboa, 1861,...
Volledige weergave - Over dit boek

História da literatura portuguêsa desde as origens até a atualidade

Joaquim Mendes dos Remédios - 1921 - 710 pagina’s
...pôde merecer-te Algua cousa a dor que me ficou Da mágoa, sem remédio, de perder-te ; Roga a Deos que teus annos encurtou. Que tão cedo de cá me leve a vêr-te. Quão cedo de meus olhos te levou. ld., liii'., toa. ia. III Outrq Sete annos de pastor Jacob...
Volledige weergave - Over dit boek

Obras de Luiz de Camões: Sonetos. Canc̜ões. Sextinas. Odes. Oitavas

Luís de Camões - 1861 - 646 pagina’s
...póde merecer-te Algua cousa a dor que me fícou Da mágoa, sem remedio, de perder-te; « Roga a Deos que teus annos encurtou. Que tão cedo de cá me leve a ver-te, Quão cedo de meus olhos te levou. i N'hum bosque, que das Nymphas se habitava, Sibella, Nympha linda, andava huin dia; E subida em buma...
Volledige weergave - Over dit boek

Ler & tresler: apontamentos de linguagem e literatura

Agostinho de Campos - 1924 - 318 pagina’s
...merecer-te Alguma cousa a dor que me ficou Da mágoa sem remédio de perder-te, Roga a Deus, que teus anos encurtou, Que tão cedo de cá me leve a ver-te, Quão cedo de meus olhos te levou! Não te esqueças; se vires que pode merecer-te alguma coisa; Deus que encurtou teus anos: — tudo...
Volledige weergave - Over dit boek

Lusitania: revista de estudos portugueses, Volume 2

Carolina Michaëlis de Vasconcellos - 1924 - 422 pagina’s
...merecer-te Alguma cousa a dor que me ficou Da mágoa, sem remédio, de perder-te, Roga a Deus, que teus anos encurtou, Que tão cedo de cá me leve a ver-te, Quão cedo de meus olhos te levou. (Son. XIX.) O Poeta chama-lhe Dinamene ze diz noutro soneto : ' Joio Grave — « Bolet1m da Segunda...
Volledige weergave - Over dit boek

O Instituto

1891 - 1002 pagina’s
...ardente Que já nos olhos meus tilo puro viste. E se vires que pôde merecer-te Alguma cousa a dôr que me ficou Da magoa, sem remédio, de perder-te, Roga...leve a ver-te, Quão cedo de meus olhos te levou. Lciz DE CAMÕES. (1) D'esté famoso soneto já, em tempo apresentámos a traducçào italiana do nosso...
Volledige weergave - Over dit boek

Sonetos de Camões

Luís de Camões - 1998 - 232 pagina’s
...W algua cousa a dor que me ficou da mágoa, sem remédio, de perder-te, roga a Deus, que teus anos encurtou, que tão cedo de cá me leve a ver-te, quão cedo de meus olhos te levou. Não apenas este soneto mas todos os que de alguma maneira se relacionam afigura de Dinamene apresentam...
Gedeeltelijke weergave - Over dit boek




  1. Mijn bibliotheek
  2. Help
  3. Geavanceerd zoeken naar boeken
  4. ePub downloaden
  5. PDF downloaden